Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Voltar
Início do conteúdo da página

Politica de Atenção Básica

Perguntas Frequentes

  • 1. O que é Unidade Básica de Saúde?

    As Unidades Básicas de Saúde (UBSs) são o principal local de atuação das equipes de Atenção Básica. A UBS é o que conhecíamos como posto de saúde.  É na UBS que o cidadão deve, preferencialmente, buscar atendimento como consultas médica com clínico geral, pequenas urgências,  vacinas,  curativos, etc.  Nesses postos de saúde, é possível  resolver cerca de 80% dos problemas que levam uma pessoa a procurar um serviço de saúde. É por isso que é chamada de porta de entrada do SUS. 

    Conforme mostrou pesquisa feita pelo Ministério da Saúde com quase 28 mil entrevistados, as UBSs são os serviços mais acessíveis e procurados do SUS. Ainda de acordo com o levantamento,  para 87% dos usuários, as UBSs estão a menos de 30 minutos de deslocamento de sua casa. 

  • 2. Que atendimentos posso encontrar em uma Unidade Básica de Saúde?

    Antes de qualquer coisa, pense na UBS como um lugar onde você pode obter orientações e atendimentos que buscam um tratamento integral: para promover hábitos saudáveis, receber orientações de saúde, prevenir doenças e recuperar a saúde caso tenha ficado doente. Na UBSs você pode cuidar de um urgência de baixa complexidade, pode tomar vacinas, pode ter acesso a métodos contraceptivos, e as gestantes podem realizar o pré-natal. Para quem já tem uma doença crônica, como diabetes ou hipertensão, a UBS oferece o acompanhamento necessário para o controle do seu estado de saúde, de modo que o seu quadro não se agrave. Também são realizadas nas UBSs consultas médicas com capacidade de resolver cerca de 80% dos problemas de saúde que levam as pessoas a procurar um serviço de saúde. São ainda realizadas  inalações, injeções, curativos, coleta de exames laboratoriais, encaminhamento para especialistas e fornecimento de medicamentos gratuitos.

     

     

     

  • 3. Em quais casos não devo procurar uma Unidade Básica de Saúde?

    Em casos de urgências graves, como atendimento a pessoas acidentadas ou um infarto, por exemplo. Nas UBSs também NÃO são realizados procedimentos como: cirurgias; consultas típicas de ambulatórios de atenção especializada como com o cardiologista e para tratamento de câncer; transfusões de sangue; realização de exames diagnósticos como raio x, teste de esforço, tomografia etc.

    Mas, com exceção dos casos de urgência nos quais se deve buscar um serviço de urgência e emergência ou chamar o Serviço Móvel de Urgência (SAMU), é fundamental que a pessoa procure atendimento na UBS, pois é lá que sua equipe, seu médico, enfermeiro e dentista, irão identificar e avaliar sua condição e, se necessário, encaminhar-lhe para uma consulta especializada, para um exame ou mesmo uma internação.

  • 4. Saúde da Família é Atenção Básica?

    Sim, a Estratégia de Saúde da Família (eSF) é o  modo prioritário e preferencial de organização da Atenção Básica no Brasil, por isso recebe mais incentivos do Ministério da Saúde, mas os municípios têm autonomia para organizar de outro modo. A ESF propõe uma equipe de profissionais de saúde que ficam responsáveis por conhecer e cuidar de uma população, que em média chega a 3.500 pessoas. Assim, enfermeiros, dentistas, médicos, agentes de saúde e, algumas vezes, psicólogos, nutricionistas e outros profissionais dessas equipes ficam disponíveis para atender o cidadão quando ele procura a UBS. Mas, além disso, devem se antecipar e buscar prevenir doenças e acompanhar a saúde das pessoas da comunidade mesmo que elas não busquem o serviço de saúde. O médico que deve atuar na eSF deve ter formação em medicina de família e comunidade e deve ser capaz de cuidar com qualidade de crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos, homens e mulheres. Os médicos do Programa Mais Médicos são preparados para esta atuação e devem integrar essas equipes.


Fim do conteúdo da página