Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Voltar
Início do conteúdo da página
Mais educação

Estudantes

Mais educação

 

  •  

    Com mais educação, ainda mais e melhores médicos no futuro

    Se você é estudante de medicina ou sonha um dia ser médico, saiba que as oportunidades para esta carreira estão crescendo exponencialmente no país. Com o Programa Mais Médicos, não apenas novas oportunidades para médicos surgem em todos os estados, mas também novas vagas para quem quer estudar Medicina, especialmente no interior do país. São novas chances de formação e qualificação profissional para os nossos jovens.

    Isso porque, para que o Brasil atinja a marca dos 600 mil médicos em 2026, não basta uma estratégia de formação e atuação de médicos dirigida às áreas com mais necessidade nos milhares de municípios em todo o país. É preciso formar profissionais bem preparados, da graduação à residência, com capacidade de atender e resolver até 80% dos problemas de saúde que levam as pessoas a buscar os serviços de saúde.  E para que tenham condições de tratar os usuários de forma acolhedora,com humanização, vínculo e compreensão do contexto de cada pessoa, família e comunidade. Esse é um dos desafios que a formação médica enfrenta no mundo e que, com o Mais Médicos, alcançou no Brasil a condição de prioridade das políticas de saúde e educação. 

    A reformulação do currículo de medicina moderniza a formação médica, e faz com que ela seja centrada no estudante, extensão e assistência, articula teoria e prática e objetiva a formação de um bom e preparado médico generalista.  Já a expansão de vagas, públicas e privadas, interioriza os cursos de medicina, permitindo às regiões Norte, Nordeste e Centro Oeste alcançar a mesma proporção de vagas existentes no  Sul e Sudeste, além de ampliar o acesso ao curso de Medicina. 

    A universalização da residência médica e sua priorização em Medicina Geral de Família e Comunidade, além de garantir a todos o médicos que terminam a graduação a formação como especialista, investe em uma área prioritária em todos os países do mundo com experiências de sucesso no atendimento público e universal de saúde da população.

    Podendo estudar perto de sua cidade e tendo a oportunidade de fazer residência na cidade ou na região onde se formou, esses jovens estarão cada vez melhor preparados, bem formados, atuando e se fixando perto ou mesmo onde nasceram, com um profundo vínculo e comprometimento com a saúde da comunidade pela qual serão responsáveis.

    5,3 mil vagas de graduação em 1.690 universidades públicas e 3.616 universidades privadas. Meta: 11,5 mil novas vagas até 2017Cada peça dessa engrenagem se encaixa no planejamento estruturado pelo Governo Federal no Programa Mais Médicos. Da graduação à residência médica, o Brasil vem empreendendo um grande salto de qualidade para que você, estudante de qualquer parte do país, possa transformar a sua vocação em realidade.

 

voltar
Fim do conteúdo da página