Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Voltar
Início do conteúdo da página

Mais Médicos

Depoimentos

  • "São João Del Rei evoluiu muito após a entrada do Mais Médicos. Temos 15 médicos lá, sendo dois brasileiros, um alemão e 12 cubanos. Agora, temos uma cobertura em torno de 70% do município. Saímos de uma realidade muito diferente. Tínhamos seis médicos na rede de atenção básica e não havia uma cobertura que chegasse perto da metade da população. Com o Mais Médicos, esse acesso melhorou"

    RODRIGO CHAVES PENHA – Tutor do Mais Médicos e Secretário de Saúde de São João del-Rei (MG)

  • "Estou num curso que está lá não só para formar médicos mas para melhorar as condições da comunidade, e eu acho que é isso que tem me encantado mais. Tudo isso reflete num atendimento mais centrado na pessoa. Desde quando a gente pisa na comunidade até tocar na pessoa que busca ajuda e ver que, às vezes, ela não espera só a solução para uma dor"

    MARIA EDUARDA SPENCER – Aluna Curso de Medicina da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) em Caruaru

  • "No início de 2013, havia 19 Equipes de Saúde da Família e somente cinco tinham médico. Hoje, temos 19 equipes, todas com médicos, sendo nove com médicos do programa. Notamos a população e os profissionais satisfeitos. Hoje, a gente não ouve falar em falta de médico nas UBSs de Caicó"

    ROBERTO GERMANO – Prefeito de Caicó (RN)

  • "Para implantar o curso de medicina, fizemos audiências públicas nos municípios de Caicó, Currais Novos e Santa Cruz, para que a população, estudantes, gestores, Ministério Público tivessem a oportunidade de debater sobre o impacto e os compromissos que esse curso assumiria"

    ANGELA PAIVA – Reitora da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN)

  • "Eu gosto muito dos médicos cubanos que estão aqui em Raposos. Eles são muito prestativos, atenciosos, atendem muito bem. Qualidades que fazem a dificuldade de entendimento do idioma ser superada. Ai da gente se não fossem eles."

    LURDES COSTA DA SILVA, 62 anos, dona de casa. Portadora de diabetes e hipertensão arterial. Raposos (MG)

  • "Dentre os casos já atendidos, chamou minha atenção um paciente que chegou à consulta inicial com um ligeiro mal-estar gástrico. Durante o exame físico, notei uma massa abdominal, pedi exames complementares e descobri um carcinoma de cólon (câncer de intestino). O paciente fez a cirurgia e, felizmente, hoje ele está bem, com a saúde controlada".

    DR. LUIS ADRIANO RAITER DONANSKI - médico na UBS do município de Trindade (GO)

  • "Com a chegada dos profissionais do Mais Médicos, a população do município passou a ter acesso à Atenção Primária, que era restrita pela falta de médicos. Os cidadãos passam a ser assistidos dentro dos princípios do SUS".

    EDILENE PEDROSA, coordenadora de Atenção Básica do município de Raposos (MG)

  • "O Dr Luiz Adriano me encantou logo no primeiro atendimento, pelo carinho e o respeito que tem com o paciente. Ele deixa a gente falar e só depois começa os exames pra ver o problema da gente.  Acredito que  ficamos curados da enfermidade já no acolhimento"

    NILO DIAS ANDRADE, 71 anos, aposentado – paciente da Unidade Básica de Saúde Jardim Primavera – Trindade (GO)

  • ”Amarguei 12 anos com uma ferida na perna que não curava e acabou virando uma úlcera. Daí comecei o tratamento com a Dra Yuleisi de La Cruz, do Programa Mais Médicos, que conseguiu me curar.”

    FRANCILENE OLIVEIRA DA SILVA, 39 anos, agricultora, moradora de São Miguel (RN)

  • "O cumprimento da carga horária é uma das características mais marcantes do Mais Médicos.  Com eles, temos a garantia de que a unidade de saúde terá médico todo dia, no mesmo horário, e todos os pacientes serão atendidos."

    LEONARDO ISIDORO, 35 anos, diretor de Atenção Básica do município de Trindade (GO)

Fim do conteúdo da página